10 de set de 2015

Apple corta preços de iPhones no Brasil, mas aumenta os de iPads

Após o anúncio dos novos iPhones 6s e 6s Plus, além do iPad Pro, a Apple reajustou os preços de seus produtos vendidos no Brasil. O iPhone 6, por exemplo, ficou 18% mais barato, enquanto o iPad Air ficou 40% mais caro.
A queda menos acentuada foi a do iPhone 5s, de 16 GB, que caiu de R$ 2,5 mil para R$ 2,3 mil - 8% mais barato. Já o modelo de 32GB, que custava R$ 2.900, ficou 13% mais barato, saindo agora por R$ 2,5 mil.
A partir de agora, nenhum smartphone da Apple custa mais de R$ 4 mil. O iPhone 6 Plus de 64GB, modelo mais robusto da linha, caiu de R$ 4.300 para R$ 3.800. Além disso, o modelo Plus de 16GB passa a custar R$ 3,5 mil, mesmo preço do iPhone 6 de 64GB.
A versão mais simples do iPhone 6, com 16GB de armazenamento, agora sai por R$ 3.200 (cerca de 8% mais barato). Por outro lado, o iPhone 5c saiu de linha, enquanto o iPad Air passa a custar R$ 3,5 mil. O modelo de tablet mais barato, o iPad Mini 2 com 16GB, subiu de R$ 1.850 para R$ 2 mil.
Durante o anúncio dos novos iPhones, a Apple não incluiu o Brasil na lista de países que receberão o produto já na data de lançamento (25 de setembro). A expectativa é de que o smartphone chegue ainda este ano, mas com um preço inflado muito além da simples conversão do dólar. Nos EUA, o modelo mais simples sai por US$ 650 (aproximadamente R$ 2,5 mil).
Fonte: Olhar Digital.