26 de mai de 2016

Apple (re)contrata especialista em criptografia após polêmicas com FBI

Com passagem recente pela Silent Circle, responsável pelo smartphone Blackphone, Jon Callas já trabalhou na Apple em outras duas oportunidades.
A Apple recontratou um pioneiro da criptografia mobile à medida que continua a enfrentar pressão de governos que querem acesso a dados de usuários armazenados em iPhones.
Mais recentemente, Jon Callas, que também cofundou a PGP Corporation, trabalhou como cofundador da Silent Circle, que ficou conhecida pelo smartphone critptografado Blackphone. O veterano chega à Apple em um cargo não revelado, segundo a Reuters.
Antes, Callas já trabalhado na Apple entre 1995 e 1997, e depois entre 2009 e 2011. Ele possui duas patentes em seu nome nesta segunda passagem, sendo que ambas são focadas em criptografia completa de disco, algo que a Apple usa em smartphones, tablets e computadores.
A contratação do especialista acontece à medida que a Apple dá mais atenção para a criptografia, especialmente com a disputa judicial recente com o FBI, que pediu para a empresa desbloquear determinados iPhones para acessar os conteúdos.
Ainda não está claro exatamente o que Callas fará na Apple desta vez, mas parece provável que ele trabalhará em criptografar os produtos da empresa de Redmond.
Fonte: Macworld.