21 de set de 2016

Apple libera macOS Sierra com mais de 60 correções de segurança

Já disponível, update do sistema para Macs traz um total de 65 patches para vulnerabilidades diversas.
A Apple acaba de soltar uma importante atualização para os donos de Macs com dezenas de correções de segurança importante. O novo macOS Sierra 10.12 traz um total de 65 patches para vulnerabilidades em diversos componentes principais e de terceiros.

Algumas dessas falhas são críticas e podem resultar na execução arbitrária de código com privilégios de kernel.
Falhas que permitem aos aplicativos executarem código malicioso com privilégios de sistema ou kernel foram solucionadas no componente de suporte HSSPI, da Apple, no AppleEFIRuntime, no AppleMobileFileIntegrity, no AppleUUC, no DiskArbitration, no Intel Graphics Driver, no IOAcceleratorFamily e no IOThunderboltFamily, entre outros.
Além dessas falhas, que exigem que o criminoso tenha acesso local ao sistema por meio de uma conta ou aplicativo, a Apple também corrigiu vulnerabilidades que poderiam permitir ataques remotos.
Por exemplo, uma falha no componente de áudio poderia ser explorada remotamente para executar código arbitrário, enquanto uma vulnerabilidade no kernel poderia permitir que um criminoso iniciasse remotamente uma condição de negação de serviço.
Fonte: Macworld.