12 de set de 2016

Primeiras impressões: colocamos as mãos no novo iPhone

Apresentado durante evento nesta quarta, 07/09, novo smartphone da Apple traz câmera e tela melhores e botão Home renovado, mas dispensa conector de fone.




O iPhone sobre o qual ouvimos rumores por meses finalmente é real. Por isso, vamos deixar começar toda a angústia pela confirmação da saída do conector do fone de ouvido.
É verdade. A Apple usou o espaço liberado pela remoção da entrada de fone para adicionar um Taptic Engine, assim como um segundo alto-falante na parte inferior do aparelho. A empresa diz que isso dará um som estéreo ao smartphones, e os alto-falantes realmente soaram mais altos, mas a área de demonstração estava muito cheia e barulhenta para poder avaliar melhor a diferença desse segundo alto-falante. Na verdade, durante minhas primeiras impressões com o aparelho no evento da Apple, achei o iPhone 7 interessante - é mais rápido e possui uma câmera melhor, mas muitas das mudanças (como o novo botão Home e os dois alto-falantes) são muito sutis para causar um impacto maior logo de cara.

Mudanças no botão Home
O Taptic Engine, por exemplo, permite um botão Home completamente imóvel. Um dos rumores sobre o iPhone de 2017 é que a Apple vai se livrar do botão Home, incorporando-o à tela. No iPhone 7, a empresa manteve a “covinha” na parte inferior do aparelho, com o botão Home e o Touch ID no mesmo lugar de sempre. Mas o botão não se move mais fisicamente para cima nem para baixo. Em vez disso, você o pressiona e recebe uma pequena vibração de “feedback tátil” para que pareça que ele está indo para baixo.
Isso é parecido com o trackpad Force Touch no MacBook de 12 polegadas, que não clica fisicamente, mas ainda imita esse movimento. Assim como nos Macs, os desenvolvedores terão acesso ao Taptic Engine para construir efeitos de vibração mais sutis nos seus apps, reagindo ao seu toque. Em meus testes no evento, foi bastante estranho clicar no novo botão Home, com um pequeno intervalo antes de eu sentir qualquer coisa. Dois demonstradores da Apple no local disseram que leva algum tempo de ajuste antes da novidade parecer normal para o usuário. Felizmente, há uma configuração para você customizar de alguma maneira esse “feedback tátil”.

Fisicamente, os novos iPhone 7 e iPhone 7 Plus possuem os mesmos tamanhos dos seus antecessores. Mas não espere que cases do iPhone 6 ou iPhone 6S caibam no novo modelo, uma vez que a lente da câmera traseira ficou muito maior, assim como o flash TrueTone. E o mesmo para os cases do iPhone 6 e 6S Plus, já que o novo iPhone 7 Plus possui uma configuração com duas câmeras sobre a qual falaremos depois. Ou seja, novos cases na área.
Isso, é claro, se você realmente quiser colocar um case nos novos iPhones, que agora estão disponíveis nas cores prata, dourado e ouro rosé, além das novas preto matte e preto brilhante, que, como o nome sugere, é um verdadeiro imã para impressões digitais.

Novas câmeras e resistência à água
A câmera do iPhone 7 ainda fica saliente na parte traseira do aparelho, mas essa protuberância sai diretamente do painel traseiro do gadget. No iPhone 6S, por exemplo, a saliência da câmera possui um anel de alumínio ao seu redor que a faz parecer meio emperrada, enquanto que no iPhone 7 a câmera parece mais natural. De qualquer forma, prefiro o design do iPhone SE, em que a câmera fica completamente equilibrada. Mas não é nada para deixar de comprar o novo iPhone.
O iPhone 7 Plus possui uma configuração com duas lentes: duas câmeras de 12MP lado a lado na parte traseira. Uma fica no mesmo ângulo do iPhone 7, e a segunda é uma lente com teleobjetiva. Tocar naquele botão 1x acima do obturador do app Câmera muda instantaneamente para a visualização da lente teleobjetiva. Segurar o dedo apertado neste botão te permite passar pelo zoom óptico de 2x até o zoom digital 10x (isso em fotos; 5,8x ao gravar vídeos), apesar de o zoom digital aumentar os pixels e degradar a qualidade da imagem. O modo Retrato, demonstrado no palco do evento, não estará disponível até a chegada de um update de software, e apenas para os donos do iPhone 7 Plus. Nenhuma das unidades na área para testes no evento tinha o recurso.

O iPhone 7 e o iPhone 7 Plus possuem telas 25% mais brilhantes como uma gama de cores mais ampla, apesar de os tamanhos e dimensões dos pixels permanecerem os mesmos. Toda tela de iPhone sempre é linda, e essas duas não são exceção. Mas a diferença não foi tão notável à primeira vista a ponto de me convencer do upgrade. Talvez quando pudermos testar o aparelho em áreas externas, vejamos uma diferença maior.
Pronto para mais uma coisa? Esse é o primeiro iPhone oficialmente resistente à água. O iPhone 6S tinha alguma resistência à água na sua parte interna, mas a Apple não a anunciava. Em vez de colocar plugs de borracha feios nas várias entradas do aparelho, a Apple adicionou vedações dentro do case e conexões à prova d’água individuais entre os cabos internos e a placa mãe. Com isso, a empresa agora está orgulhosamente anunciando o iPhone 7 como resistente à água e poeira, com o certificado IP67. Isso significa que deve aguentar jatos de água, assim como mergulhos na água por até 30 minutos. Infelizmente a Apple não forneceu um tanque de água na área de demonstração e teremos de esperar para testar isso de verdade mais para frente.

Resumo
Então, a Apple nos deu resistência à água e uma câmera mais poderosa, mesmo tendo tirado o nosso saudoso conector de fone de ouvido de 3,5mm. O iPhone ainda não conta com recarga wireless, suporte para o Apple Pencil e uma tela OLED, mas o iPhone 7 não é um produto relaxado. 
Os fotógrafos e desastrados de plantão possuem muitos motivos para gostar, mas pessoalmente não fiquei animada o bastante com as novas câmeras ou a resistência à água para já pegar o novo iPhone na pré-venda. Por mais que tenha gostado dos AirPods (que só chegam no fim de outubro), a inconveniência de precisar conectar o fone de ouvido na entrada Lightning até lá me fazem entrar no território do “esperar para ver”, até descobrir se a tela mais brilhante e as câmeras melhores são realmente o bastante para dizer adeus ao conector de fone de ouvido.

Fonte: Macworld.