10 de abr de 2017

iPhone 8 deve trazer novo conector para recarga sem fio e realidade virtual

O iPhone 8 caminha para ser o celular mais diferente que a Apple já lançou, e os novos rumores apontam nessa direção. Há a expectativa de que a empresa inclua um Smart Connector no novo iPhone para que o celular possa fazer a interface com visores de realidade virtual ou realidade aumentada.
Para quem não se lembra, o Smart Connector são três pinos discretos e magnéticos colocados atrás do iPad Pro, que fazem a interface com o teclado da Apple. Ele permite uma conexão mais simples, fácil e eficaz do que o Bluetooth, ao mesmo tempo em que possibilita que o acessório seja abastecido com a bateria do tablet, dispensando uma bateria interna no teclado. Até hoje, nenhum outro produto da Apple conta com o conector.
De acordo com o site israelense The Verifier, o Smart Connector também poderia ser usado para recarga sem fio, que é um recurso que já está praticamente confirmado na próxima geração do iPhone pelo fato de a empresa anunciar publicamente a participação no consórcio que apoia o padrão Qi para recarga sem fios. Para completar, o conector também poderia ser uma porta para outros acessórios além de visores.
O fato é que, apesar de ser um rumor que está longe de ser confirmado, é o tipo de coisa que faz sentido. A Apple está atrasada em relação ao Android e o Google em termos de realidade virtual, e o Smart Connector magnético permitiria que os usuários ligassem o cabo de energia e desligassem com facilidade.
Durante o período pré-lançamento do iPhone 7, o Smart Connector também chegou a ser especulado, e alguns vazamentos mostravam que a empresa estava desenvolvendo a ideia. No entanto, o recurso acabou descartado na versão final do aparelho.
Espera-se que o novo iPhone seja apresentado em setembro, como a Apple faz todos os anos. A expectativa é maior do que o normal, uma vez que 2017 marca o décimo aniversário do primeiro celular da empresa. Neste ano, os rumores apontam para o fato de que a empresa terá três versões novas do smartphone, e a mais avançada pode superar o valor de US$ 1.000.
Fonte: Olhar Digital.