4 de mai de 2017

7 recursos do iOS 10.3 que você pode não saber que existiam

Apple lançou no dia 13 de abril a versão oficial do iOS 10.3 para todos os usuários. Esta deve ser a última grande atualização antes do anúncio do iOS 11, que deve acontecer agora em junho durante a Worldwide Developers Conference (WWDC).
Embora já tenha sido baixado pela maioria dos donos de iGadgets, como iPhones e iPads, o iOS 10.3 tem algumas funções que podem não ter sido usadas por essas pessoas. Há também aqueles usuários que ainda não fizeram o download do update. Por isso, veja abaixo algumas das novidades que fizeram parte da atualização mais recente do sistema operacional móvel da Maçã. 

1. Apple ID

Gerenciar sua conta ficou mais fácil graças a uma nova seção de perfil na parte superior do menu de configurações, que agora armazena todas suas informações. É nessa aba que você visualiza seus dados referentes ao iCloud, iTunes, App Store e Compartilhamento Familiar. Outros dispositivos conectados à sua conta principal também são exibidos nessa seção.
Vale lembrar que alguns serviços específicos, como o Find my iPhone, ainda precisam de uma autenticação no aparelho ou no navegador web para acessar seus dados. Além disso, é importante ativar por padrão a autenticação em dois fatores. Esta opção fica logo abaixo do seu perfil na página das configurações principais.

2. iCloud

Usuários que pagam por armazenamento extra no iCloud agora podem ver com mais detalhes como estão utilizando esse espaço. Para isso, basta clicar na opção "iCloud" dentro da nova seção de perfil da Apple ID, tocar no gráfico que fica na parte superior e descobrir exatamente quais arquivos estão guardados na plataforma e quanto espaço cada um tem usado.

3. Encontre o seu carro

Assim como o Google Maps, o serviço próprio de mapas da Apple agora permite que você encontre o seu automóvel onde quer que ele esteja estacionado. No seu tablet, celular ou iPod, vá até o aplicativo Maps e procure por "carro estacionado" para saber onde você o estacionou.

4. Informações sobre clima no Maps

Outra atualização ao Apple Maps foi a inclusão de dados sobre clima e temperatura dentro do próprio app. Ao abri-lo, o canto inferior direito da tela passa a exibir um ícone de tempo que mostra as condições meteorológicas na região em que o usuário se encontra. Para visualizar a previsão para os próximos sete dias, basta pressionar o mesmo ícone na tela e continuar segurando para que o aplicativo exiba dados sobre o clima.

5. AirPods

 
Os fones de ouvido sem fio lançados pela Apple no ano passado podem ser bastante práticos, mas também podem ser facilmente perdidos por usuários menos atentos. Pensando nisso, a companhia colocou no update mais recente do iOS um recurso para encontrar o acessório em caso de perda. Por meio do app Find my iPhone, o usuário agora visualiza uma opção dedicada aos AirPods, e pode selecionar entre duas opções: ver o local da última vez em que os fones foram pareados com o iPhone ou fazer com que eles emitam um som, para facilitar sua localização.

6. Checagem de atualização de apps

Geralmente, o update de aplicativos em qualquer smartphone é ativado por padrão. No entanto, é possível que essas ferramentas parem de ser atualizadas de forma repentina, o que pode fazer com que o celular fique lento ou cheio de bugs.
No caso do iOS 10.3, agora é possível identificar quais apps específicos deixaram de receber atualizações. Acesse o menu de "Configurações", depois em "Sobre" nas configurações gerais e aguarde até que as informações sejam carregadas. Se tiver algum aplicativo incompatível, haverá uma seta próxima ao número que fica ao lado de "Aplicações". Clique na seta para acessar a página "Apps Compatíveis", que por sua vez vai listar aqueles que estão sem update há algum tempo.

7. Armazenamento de arquivos 

Uma das mudanças mais importantes na última versão do iOS é que os arquivos guardados no aparelho, além de estarem melhor organizados, passam a operar em um mecanismo chamado Sistema de Arquivos da Apple (APFS - Apple File System) - uma substituição ao antigo Sistema de Arquivos Hierárquicos (HFS+).
No início, esse sistema pode ser incômodo porque exige um tempo maior de instalação dos aplicativos na primeira vez em que são instalados no dispositivo e requerem um espaço maior. Mas com o tempo, o mesmo sistema consegue fazer com que os apps tenham um desempenho superior, gerenciando o armazenamento de forma eficiente e tornando a plataforma mais estável. O APFS também possui uma criptografia mais forte, o que significa mais segurança para os dados guardados no aparelho.
Fonte: Tecmundo.