13 de mai de 2015

Por US$ 500, drone Lily tira selfies e filma usuário por até 20 minutos

Com a proposta de "reinventar" a câmera, a empresa Lilly apresentou um drone de mesmo nome que filma, tira fotos e ainda segue o usuário por até 20 minutos. O aparelho ainda está em pré-venda na loja virtual da companhia e pode ser adquirido por US$ 500.
Segundo a empresa, para usar o drone basta que a pessoa que quer ser filmada ou fotografada carregue um sensor redondo no bolso. Após isso, basta colocar o drone para voar e começar a atividade que a aeronave filmará os movimentos.
A câmera faz vídeos em qualidade Full HD (1080p) e ainda pode fazer vídeos em slow-motion -- esses apenas disponíveis em qualidade HD (720p). As fotos capturadas pelo dispositivo têm resolução de 12 megapixels.
O Lily pesa 1,3 kg e sua bateria leva duas horas para carregar totalmente. O dispositivo tem 4 GB para armazenamento e ainda conta com espaço para expansão de memória.
Durante o voo, o drone atinge a altitude máxima de 15 metros e pode acompanhar uma pessoa a uma velocidade máxima de 40 km/h.
O dispositivo da Lily não é o único a fazer vídeos de forma autônoma. No início do ano, a Nixie exibiu um drone que executa as mesmas funções, mas que também é "vestível". É possível levá-lo no braço como se fosse uma pulseira.
Fonte: Uol