16 de jul de 2018

iPhone cai de avião e sobrevive a queda de 350 metros

A Lei de Darwin agiu, contudo, o final da história foi feliz: alguns amigos estavam voando em um avião ‘vintage’ em Iowa (EUA) quando um deles resolveu tirar algumas fotos e conseguiu derrubar um iPhone pela janela — como? Colocando o aparelho para fora do avião ao capturar as fotos. A queda, de quase 350 metros de altura, seria o suficiente para estraçalhar qualquer gadget, mas não foi o que aconteceu.
A pessoa que derrubou o iPhone, conhecida como Sarvinder Naberhaus, teve a felicidade de encontrar o aparelho pelo Find My iPhone totalmente intacto. Ao que parece, o smartphone da Apple pousou na grama, o que amaciou bastante a queda. O iPhone estava sem nem um arranhão e funcionando perfeitamente.
Agora, se ele caísse em um pedaço de asfalto, provavelmente a história seria a outra.
Fonte: Tecmondo.

15 de jul de 2018

Teste mostra que o iOS 12 acelera iPhones antigos; veja os resultados

O iOS 12 traz uma leva de novos recursos para iPhones e iPads, mas o verdadeiro foco do sistema operacional é melhorar o desempenho de aparelhos antigos, conforme revelado pela Apple durante o WWDC. A prova dessa intenção é o fato de que neste ano, excepcionalmente, todos os aparelhos que rodavam o iOS 11 poderão ser atualizados, quando tradicionalmente a empresa abandona ao menos um iPhone mais antigo todo ano.
Mas esse compromisso com ganhos de desempenho realmente pode ser verificado na prática? A Apple recentemente liberou a primeira versão beta do sistema operacional, que já pode ser instalada e testada em aparelhos por qualquer interessado, o que permite observar o que o iOS 12 realmente tem a oferecer.
O site CNET chegou a fazer um comparativo de velocidade com dois iPhones 5s, justamente para ver qual o impacto do novo iOS em celulares antigos. O primeiro deles rodava o iOS 11.4, que é a versão estável mais recente do sistema; o outro rodava o iOS 12 beta. Ambos passaram por um reset de fábrica e tinham 16 GB de armazenamento interno antes do experimento.
Para fazer o comparativo, o site se baseou nos exemplos da Apple, que falava que aplicativos e o teclado do sistema abriam consistentemente mais rápido no novo iOS. Veja as diferenças:
Tarefa
Quão mais rápido foi o iOS 12?
Abrir o aplicativo Mail
0,25 segundo
Abrir o Safari e carregar o site CNET
3,5 segundos
Abrir o Maps
Sem diferença
Deslizar para tirar uma foto na tela de bloqueio
0,5 segundo
Abertura do teclado no Messages
1 segundo
Tela de compartilhamento aparece no Safari
1 segundo
Siri completar uma tarefa
0,5 segundo
Vale notar que por se tratar de uma versão beta, o iOS 12 pode ter suas capacidades modificadas consideravelmente até o lançamento oficial, previsto para setembro. Até lá, a Apple pode otimizar bastante o sistema, o que pode melhorar os resultados, mas também existe a possibilidade de os ganhos de desempenho serem reduzidos nos próximos meses.
Fonte: Olhar Digital.

13 de jul de 2018

Adobe está desenvolvendo versão completa do Photoshop para iPads

O plano da Apple de transformar o iPad no "novo computador" pode ganhar um aliado de peso ainda este ano. Segundo uma reportagem da Bloomberg, a Adobe está preparando uma versão completa do Photoshop compatível com o tablet.
Atualmente, a Adobe oferece versões simplificadas do seu principal editor de imagens para iOS, como o "Photoshop Mix" e o "Photoshop Express", com recursos limitados em comparação à versão padrão, e que funcionam não só no iPad, mas também no iPhone.
A Adobe planeja anunciar oficialmente o Photoshop para iPads em outubro deste ano, e lançar o programa na App Store em 2019, se nenhum desafio técnico atrasar o trabalho a equipe, segundo informações obtidas pelo jornalista Mark Gurman.
A empresa também estaria trabalhando numa versão completa do programa de desenho Illustrator para iPads, mas ainda sem data prevista de lançamento. Oficialmente, a Adobe não quis confirmar e nem negar as informações da Bloomberg.
Scott Belsky, líder da área de Creative Cloud da Adobe, chegou a confirmar que a empresa está trabalhando numa versão "multiplataforma" do Photoshop, mas não disse se esta versão terá todos os recursos da versão tradicional e nem quando ela será lançada.
A versão completa do Photoshop sempre foi deixada para PCs e Macs, o que abriu caminho no setor mobile para aplicativos como Affinity, Pixelmator, Enlight e Photofox, por exemplo. Mas nenhum deles tem o apelo com designers profissionais que o concorrente tem.
O desenvolvimento deste novo Photoshop para iPads faz parte de uma mudança de estratégia da Adobe. A empresa agora está focada em soluções não só para profissionais, mas também para usuários comuns e leigos, com o objetivo de aumentar o número de assinantes dos seus pacotes.
Fonte: Olhar Digital.

Novo Apple Watch pode ser lançado com bordas mínimas como as do iPhone X

O Apple Watch pode finalmente ganhar mudanças mais expressivas em seu design. Segundo rumores, a companhia da maçã deve lançar seu próximo relógio inteligente em tamanhos mais largos do que as três primeiras gerações. A novidade pode chegar por um caminho similar ao do iPhone X: diminuindo o tamanho das margens e aumentando o espaço da tela.
Atualmente, a Apple vende o seu smartwatch em dois tamanhos: com display de 38 mm e 42 mm. No entanto, o analista Ming-Chi-Kuo afirma que o Apple Watch Series 4 chegarão com telas maiores, alcançando 39,9 mm e 45,2 mm. No entanto, ao invés de simplesmente estender o corpo do aparelho, a companhia aumentaria a área da tela em 38%.
Baseado nesse rumor, o designer Ben Geskin criou um esboço de como o novo Apple Watch pode ficar com as bordas mínimas. É possível que o modelo siga um visual mais parecido com o do iPhone X, tendo laterais curvadas e maior espaço para visualização de apps e conteúdo. Veja a imagem abaixo:
Fonte: Olhar digital.



12 de jul de 2018

Apple lança novos MacBook Pro por até R$ 24,6 mil no Brasil

Os notebooks top de linha da Apple foram atualizados: a empresa anunciou novos modelos de MacBook Pro com telas de 13 e 15 polegadas. Com processador atualizado da Intel e mudanças nos teclados, os laptops já estão à venda no Brasil e são bem caros.
As mudanças são bem modestas em relação a modelos anteriores: o design permanece idêntico e as novidades estão em um teclado mais silencioso, mantendo a Touch Bar acima das teclas, e também nos processadores de oitava geração da Intel.
No caso dos MacBook Pro de 13 polegadas, o modelo mais básico usa um processador Intel Core i5 de oitava geração de 2,3 GHz, placa gráfica Intel Iris Plus Graphics 655, 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno SSD. Na loja virtual da Apple no Brasil, ele está em pré-venda por R$ 16,2 mil. Uma versão mais robusta com as mesmas especificações e 512 GB de armazenamento SSD sai por R$ 17,8 mil.
Já o modelo de 15 polegadas conta com hardware ainda mais potente, e preços ainda mais altos. Uma das opções tem processador Core i7 de seis núcleos a 2,2 GHz, 16 GB de RAM DDR4, 256 GB de armazenamento SSD e placa gráfica Radeon Pro 555X de 4 GB. Ele custa R$ 21,3 mil no Brasil.
Por fim, a versão mais avançada do notebook tem processador i7 de seis núcleos a 2,6 GHz, GPU Radeon Pro 560X de 4 GB, 16 GB de memória RAM DDR4 e 512 GB de armazenamento SSD. Por aqui, ele vai custar R$ 24,6 mil.
Fonte: Olhar Digital.

Executivo explica o motivo de a Apple não fazer MacBooks com tela de toque

Notebooks com tela sensível ao toque estão ficando cada vez mais comuns, especialmente depois que a Microsoft lançou o Windows 10, um sistema operacional feito para poder ser utilizado tanto em computadores mais tradicionais como em tablets. Mas nada disso está nos planos da Apple, de acordo com Craig Federighi, chefe da divisão de software da companhia.
O executivo deu uma entrevista à Wired  para explicar como os aplicativos do iOS funcionarão quando forem portados para o macOS, uma função que será disponibilizada para os desenvolvedores no próximo ano. Ele acredita que a melhor solução para isso é adaptar a interface para que ela possa ser utilizada com mouse e teclado, pois considera cansativo ter que tirar as mãos da posição em que estão apenas para tocar na tela.
Federighi usou a palavra “experimentos” para descrever notebooks com tela de toque, como a linha Microsoft Surface, e disse que a Apple nunca se interessou em tentar fazer a mesma coisa que a concorrente nessa área. Para ele, a ergonomia do MacBook está atrelada ao fato de você deixar os braços sempre apoiados em uma superfície.
Parece que a solução da empresa para os usuários que querem um notebook tradicional será manter o investimento na Touch Bar do MacBook, uma pequena tela na parte superior do teclado que exibe opções diferentes dependendo do aplicativo que está em uso. No que depender de Federighi, o único dispositivo com tela grande sensível ao toque da empresa vai continuar sendo o iPad Pro.

Fonte: Tecmundo.

11 de jul de 2018

Ex-funcionário da Apple é preso por roubo de segredos industriais

Um ex-funcionário da Apple foi preso e está aguardando julgamento nos EUA por roubar segredos industriais relacionados ao projeto de carros autônomos da empresa. Xiaolang Zhang foi contratado pela Maçã em dezembro de 2015 e, em abril de 2018, saiu de licença paternidade para visitar sua família na China. Depois disso, ele pediu demissão, dizendo que havia conseguido emprego no seu país de origem e que passaria a morar lá.
O supervisor de Zhang achou a conversa suspeita e alertou a equipe de segurança de produto dentro da Apple, responsável por prevenir vazamentos relacionados aos produtos da empresa. Com uma investigação, descobriu-se que o ex-funcionário acessou uma grande quantidade de documentos sigilosos na rede local da empresa, registando um aumento significativo na sua quantidade de downloads nos meses antes de ele sair de licença.
Zhang foi acusado de roubar segredos industriais e acabou confessando, isso após o FBI, a polícia federal dos EUA, tê-lo apreendido tentando deixar o país em direção à China. De acordo com o sistema de câmeras interno da Maçã, durante sua licença paternidade, o engenheiro ainda compareceu ao campus da Apple e saiu com uma caixa de aparelhos usados pela empresa no desenvolvimento de carros autônomos.
O ex-funcionário agora encara julgamento e pode ser condenado a até 10 anos de prisão, além de ter que pagar uma indenização de US$ 250 mil à Apple.
Fonte: Tecmundo.

Alta recente do dólar faz valer a pena comprar iPhone no Brasil

Comprar celular no Brasil é caro, todo mundo sabe. No entanto, nos últimos tempos, ao menos a compra do iPhone tem sido mais interessante por aqui do que nos Estados Unidos. O motivo para tal, não é tão bom para o brasileiro; em vez de reduzir os preços internos, a alta do dólar fez disparar os preços no mercado externo para os brasileiros.
Depois de passar um bom tempo na casa avaliado em R$ 3,10, a cotação da moeda americana disparou e bateu nos R$ 3,90 nos últimos dias, o que, como consequência, encareceu as compras no exterior. O iPhone é um bom exemplo de como adquirir smartphones fora do país ficou mais caro, como mostra este levantamento do site Promobit, site que monitora promoções.
A empresa conseguiu observar os seguintes preços no mercado nacional, resultado de algumas ofertas observadas recentemente.
Modelo
Preço no Brasil
iPhone 8 64GB
R$ 2.652,40
iPhone 8 Plus 64 GB
R$ 3.167,20
iPhone X 64 GB
R$ 4.751,21
Quando olhamos nas principais lojas dos EUA, as condições não são muito mais vantajosas. A análise leva em conta também um imposto de 6% cobrado em compras em Orlando, destino favorito dos brasileiros, e que frequentemente não é lembrado na hora de fazer compras no exterior. A lista abaixo leva em consideração as taxas extras e um dólar turismo de R$ 3,80, embora no momento em que este texto é produzido a cotação esteja na faixa dos R$ 3,95, que tornariam os preços ainda mais altos no exterior.

Amazon

Modelo
Preço em dólares
Preço convertido
iPhone 8 64 GB
$ 753.49
R$ 2964,56
iPhone 8 Plus 64 GB
$ 912.50
R$ 3.675,55
iPhone X 64 GB
$ 1,160.00
R$ 4.672,48

Best Buy

Modelo
Preço em dólares
Preço convertido
iPhone 8 64 GB
$699,99
R$ 2819,55
iPhone 8 Plus 64 GB
$799,99
R$ 3222,35
iPhone X 64 GB
$999,99
R$ 4027,95

Apple

Modelo
Preço em dólares
Preço convertido
iPhone 8 64 GB
$699,00
RS 2815, 56
iPhone 8 Plus 64 GB
$799,00
R$ 3218,37
iPhone X 64 GB
$999,00
R$ 4023,97
Desta forma, é interessante notar como tem sido mais vantajoso comprar tanto o iPhone 8 quanto o iPhone 8 Plus no Brasil em qualquer um dos casos. O iPhone X, por sua vez, por ter sido lançado por R$ 7.000, um preço completamente fora da realidade mesmo com os preços de smartphones inflacionados no país, segue sendo uma aquisição interessante para quem estiver fora do Brasil ou tiver um conhecido que possa compra-lo nos EUA.
Fonte: Olhar digital.

9 de jul de 2018

ColorWare lança AirPods customizados com design dos Macintosh clássico

A ColorWare, conhecida por criar versões estilizadas de eletrônicos de marcas famosas, lançou hoje (06) uma versão dos AirPods com pintura inspirada nos Macintosh clássicos da Apple. A empresa pinta ambos os fones de ouvido com uma cor bege que lembra bem computadores antigos, além de colocar seis “saídas de ar” na caixinha carregadora dos acessórios.
O botão que fica atrás dessa caixa também foi estilizado, seguindo o padrão de um arco-íris de seis cores, que imita o antigo logo da Apple, usado pela empresa de Cupertino entre 1977 e 1998. Apesar de lembrar os Macintosh antigos, esse design foi, na verdade, inaugurado no Apple IIe, lançado um ano antes.
Seja como for, esses aparelhos estilizados vão custar caro. A Apple vende os modelos tradicionais por US$ 159 (R$ 614) nos EUA, mas a versão personalizada da ColorWare vai custar US$ 399 (R$ 1.540). Mesmo com o preço salgado, os produtos não serão entregues imediatamente, mas sim em três ou quatro semanas após a compra. Portanto, se você gostou do aparelho e tem uma viagem marcada para os EUA muito em breve, talvez não seja possível trazer esses AirPods bonitões de lá com tanta facilidade.
Fonte: Tecmundo.

Apple libera iOS 11.4.1 para iPhones e iPads; veja o que muda

A Apple liberou o iOS 11.4.1 para iPhones e iPads nesta segunda-feira, 9. A atualização traz algumas pequenas melhorias, correções de bugs e pelo menos uma grande novidade: uma ferramenta anti-invasão que promete impedir ataques de força bruta.
Estes ataques funcionam quando um dispositivo tenta, por tentativa e erro, descobrir a senha de um sistema fechado. A Apple começou a se preocupar com isso quando surgiram relatos de um aparelho de US$ 30 mil supostamente capaz de desbloquear qualquer iPhone.
Como reporta o MacMagazine, a ferramenta já vem ativada por padrão. Após baixar o iOS 11.4.1, você pode ir até Ajustes > Touch/Face ID e Código, onde encontrará o interruptor desligado para "Acessórios USB", grande novidade neste menu.
Com esta opção desligada, isto significa que seu iPhone ou iPad não poderá ser acessado por um dispositivo USB caso esteja bloqueado há mais de uma hora. É possível desativar a proteção caso você use algum dispositivo, como um carregador portátil, que exija conexão USB constante.
O novo iOS também corrige "um problema que impedia que alguns usuários visualizassem a última localização conhecida de seus AirPods no app Buscar iPhone" e "melhora a confiabilidade da sincronização de e-mails, contatos e notas com contas do Exhange".
O iOS 11.4.1 está disponível para download através do iTunes no PC ou Mac e também pode ser baixado automaticamente pelo seu celular ou tablet da Apple. Para atualizar manualmente, vá até Ajustes > Geral > Atualização de Software.
O update é compatível com os seguintes aparelhos:
iPhone X
iPhone 8 e 8 Plus
iPhone 7 e 7 Plus
iPhone 6s e 6s Plus
iPhone 6 e 6 Plus
iPhone SE
iPhone 5s
iPad Pro de 10,5" e de 12,9" (segunda geração)
iPad de sexta e quinta gerações
iPad Air 2, mini 4 e mini 3
iPad Pro de 9,7"
iPad Pro de 12,9"
iPads Air e mini 2
iPod touch de sexta geração

Fonte: Olhar Digital.

7 de jul de 2018

Apple lança segundo beta público do iOS 12; veja as novidades

Apple lançou o segundo beta aberto ao público do iOS 12 para iPhone e iPad. Essa versão do sistema operacional tem as mesmas novidades do terceiro beta para desenvolvedores, com a diferença que agora ela pode ser instalada e testada por qualquer pessoa com um dispositivo da companhia.
Não há grandes mudanças, mas sim uma série de pequenas novidades para usuários dos aparelhos móveis da Apple. Uma delas é a possibilidade de criar um link para compartilhar as suas fotos salvas no iCloud a partir do próprio aplicativo de fotos. Você pode enviar esse link para uma pessoa e ela terá até 30 dias para baixar as imagens antes que o endereço expire.

As primeiras mudanças que são parte da grande reformulação do Apple Maps também começaram a aparecer, embora elas ainda estejam disponíveis apenas em algumas regiões da Califórnia, nos Estados Unidos. Os usuários desses locais poderão ver informações mais detalhadas da área.
Há também melhorias nas notificações, que agora tem botões de opções menores e podem ser removidas com o movimento de arrastar para a esquerda. O iPad também ganhou uma opção de limpar todas as notificações, que aparece quando o usuário toca e segura o botão de remover a notificação no tablet. Na área de bateria, o gráfico de uso foi atualizado para mostrar quando o celular estava em modo de economia.
Além do iOS 12, a Apple lançou mais um beta público para o tvOS 12, sistema utilizado na Apple TV. Usuários interessados podem experimentar as versões de testes na página do programa de software beta da Apple.
Fonte: Tecmundo.

4 de jul de 2018

Primeiro MacBook Pro com tela Retina entra na lista de obsoletos da Apple

Lançado em 2012 durante o WWDC, o MacBook Pro com tela Retina impressionou os desenvolvedores e o mercado pela sua espessura fina, design agradável e multifuncionalidades. Porém, os tempos de glória do dispositivo acabaram.
Segundo informações do MacRumors, o primeiro modelo do MacBook Pro com tela Retina entrou para a lista de aparelhos obsoletos da Apple. Isso significa que a fabricante e os fornecedores de serviços autorizados não são mais obrigados a oferecer serviços de hardware ou peças de reposição, com exceção do estado da Califórnia, nos Estados Unidos, e da Turquia, onde é exigido por lei o suporte técnico. 
No entanto, o único modelo listado é o de 15 polegadas, enquanto o MacBook Pro de 13 polegadas que foi lançado também em 2012 continua dentro do portfólio da empresa. Além disso, a equipe de suporte da Apple ainda deve ser capaz de responder perguntas sobre o macOS e solucionar problemas de software. 
O primeiro MacBook Pro com tela Retina chamou a atenção por conta da remoção da porta Ethernet integrada e a unidade de disco óptico para CDs e DVDs. Mas, apesar da espessura, o notebook contava com várias opções de conectividade, incluindo um par de portas Thunderbolt e USB-A, uma porta HDMI, um slot para cartão SD e um adaptador de energia MagSafe.
Fonte: Olhar Digital.

3 de jul de 2018

iPhone de 2018 aparece com 4 GB de memória RAM em teste de desempenho

Entre as novidades aguardadas para os próximos iPhones, uma delas pode ser a existência de um modelo com 4 GB de memória RAM. A novidade apareceu no banco de dados do Geekbench e, se confirmada, será a primeira vez na história que a Apple lançará um modelo com essa quantidade de RAM.
Até então, os recordistas da empresa até agora são o iPhone 7 Plus e o iPhone X, ambos com 3 GB de RAM. Para 2018, não fica claro se a empresa lançará todos os três aparelhos com a mesma quantidade de RAM, contudo, vale lembrar que os dois dos três modelos de 2017 (iPhone 8 e iPhone 8 Plus) têm somente 2 GB.

Segundo aposta o analista Ming-Chi Kuo, um dos mais profícuos da atualidade quando se fala em (tentar) antecipar novidades da Apple, apenas o modelo principal dos iPhone de 2018 terá 4 GB de RAM, com os outros dois contando com 3 GB.
Os dados revelados pelo Geekbench mostram também algo óbvio: o novo iPhone terá um processador mais veloz. Apesar de indicar um chip de seis núcleos tal qual o processador do iPhone X, o novo modelo tem clock base de 2,49 GHz, velocidade superior aos 2,39 GHz do chip usado no principal smartphone da Apple de 2017.
Como a Apple deve anunciar os novos portáteis apenas em setembro, será preciso pelo menos mais dois meses para saber tudo sobre eles e confirmar (ou não) todos esses rumores.
Fonte: Tecmundo.

2 de jul de 2018

Novo carregador USB-C da Apple para novos iPhones vaza na web

Rumores de que a Apple estaria preparando um novo carregador para seus próximos iPhones com carregamento rápido de bateria estão povoando a dimensão dos rumores há meses, mas só agora apareceram o que poderiam ser as primeiras fotografias desse suposto acessório.
O carregador teria dimensões maiores do que o esperado, considerando que contaria com 18 W de potência contra o tradicional 5 W que a empresa entrega nos seus carregadores tradicionais. Esse novo carregador traria uma entrada USB-C, a qual fica claramente à mostra nas imagens divulgadas pelo MacOtakara.
As informações impressas na parte de baixo do carregador indicam que o acessório realmente seria de 18 W, mas não é possível confirmar se esse item é de fato fabricado pela Apple. Comparando com renderizações vazadas anteriormente, o design do carregador parece diferente, um tanto maior do que se esperava. Por isso, existe a possibilidade de essas imagens na verdade serem de um carregador paralelo para os próximos iPhones, e não o do modelo feito pela própria Apple.
Junto com esse novo carregador, a Apple deve embutir um cabo USB-C para Lightning na caixa dos novos iPhones em 2018 para proporcionar o carregamento rápido. Contudo, há rumores de que a empresa poderia abandonar totalmente sua entrada proprietária e adotar a USB-C diretamente no corpo dos novos iPhones. Com isso, o cabo embarcado na caixa dos próximos celulares da marca seria USB-C nas duas pontas, à exemplo do que já faz a Google na linha Pixel.
Fonte Tecmundo.

1 de jul de 2018

Veja as principais novidades do iOS 12 (Video)

O iOS 12 já está disponível para download. A nova versão do sistema operacional do iPhone e do iPad foi liberada em versão experimental e já pode ser instalada em qualquer aparelho compatível. O Olhar Digital já testou o sistema e mostra as novidades para você que não está no clima de usar softwares experimentais e instáveis.
Uma das novidades mais aguardadas pelos usuários é o grupamento de notificações. A partir de agora, se um aplicativo manda vários alertas, eles são reunidos em um só. Isso impede que sua área de notificações fique entupida com avisos do WhatsApp, por exemplo. Basta tocar no grupo para expandi-lo e ver todas as suas mensagens.
A Apple também aderiu à moda de novos recursos que ajudam o público a usar o celular de uma forma mais saudável. O maior exemplo é o novo modo “Não perturbe” que ganhou uma nova cara na hora de dormir. Quando a função é ativada, o celular exibe apenas uma tela preta com o horário para que o usuário não receba um jato de luz na cara ao olhar para o relógio. Além disso, as notificações são completamente silenciadas, e o usuário apenas recebe um resumo da atividade ao final do horário programado.
A área de realidade aumentada foi reforçada com a introdução de um novo aplicativo de medidas. O sistema usa a câmera do celular para reconhecer a distância entre dois pontos determinados pelo usuário, o que permite usar o celular como uma régua para medir um objeto. Outra função útil é poder medir um cômodo da sua casa para saber se um novo móvel cabe na sala ou no quarto.
Para os usuários do iPhone X, uma novidade é o Memoji [Mimoji]. O recurso evolui o Animoji, com a possibilidade de usar um avatar virtual com as características do próprio rosto. Esses personagens animados podem substituir o rosto do usuário em fotos, vídeos e até mesmo em conversas de vídeo pelo FaceTime.
O iOS 12 também mudou dois aspectos importantes do sistema. O aplicativo de Fotos foi renovado e se tornou bem mais parecido com o Google Fotos, capaz de selecionar as melhores fotos de um álbum e destacar memórias, além de sugerir efeitos para melhorar uma imagem. Também será possível pesquisar por lugares, eventos e atividades; por exemplo, se você fez uma viagem, basta digitar o nome da cidade para resgatar as fotos.
Se você não está no clima de instalar o iOS 12 em fase beta, serão necessários alguns meses antes de acessar os novos recursos. Normalmente, a Apple libera a versão final do sistema junto do lançamento de novos iPhones, o que costuma acontecer em setembro.
Fonte: Olhar digital

29 de jun de 2018

Teste mostra que o iOS 12 acelera iPhones antigos; veja os resultados

O iOS 12 traz uma leva de novos recursos para iPhones e iPads, mas o verdadeiro foco do sistema operacional é melhorar o desempenho de aparelhos antigos, conforme revelado pela Apple durante o WWDC. A prova dessa intenção é o fato de que neste ano, excepcionalmente, todos os aparelhos que rodavam o iOS 11 poderão ser atualizados, quando tradicionalmente a empresa abandona ao menos um iPhone mais antigo todo ano.
Mas esse compromisso com ganhos de desempenho realmente pode ser verificado na prática? A Apple recentemente liberou a primeira versão beta do sistema operacional, que já pode ser instalada e testada em aparelhos por qualquer interessado, o que permite observar o que o iOS 12 realmente tem a oferecer.
O site CNET chegou a fazer um comparativo de velocidade com dois iPhones 5s, justamente para ver qual o impacto do novo iOS em celulares antigos. O primeiro deles rodava o iOS 11.4, que é a versão estável mais recente do sistema; o outro rodava o iOS 12 beta. Ambos passaram por um reset de fábrica e tinham 16 GB de armazenamento interno antes do experimento.
Para fazer o comparativo, o site se baseou nos exemplos da Apple, que falava que aplicativos e o teclado do sistema abriam consistentemente mais rápido no novo iOS. Veja as diferenças:
Tarefa
Quão mais rápido foi o iOS 12?
Abrir o aplicativo Mail
0,25 segundo
Abrir o Safari e carregar o site CNET
3,5 segundos
Abrir o Maps
Sem diferença
Deslizar para tirar uma foto na tela de bloqueio
0,5 segundo
Abertura do teclado no Messages
1 segundo
Tela de compartilhamento aparece no Safari
1 segundo
Siri completar uma tarefa
0,5 segundo
Vale notar que por se tratar de uma versão beta, o iOS 12 pode ter suas capacidades modificadas consideravelmente até o lançamento oficial, previsto para setembro. Até lá, a Apple pode otimizar bastante o sistema, o que pode melhorar os resultados, mas também existe a possibilidade de os ganhos de desempenho serem reduzidos nos próximos meses.
Fonte: Olhar digital.