6 de dez de 2015

Rede iPlace lança plano de consórcio para compra de iPhone e Mac.


Com preços que podem passar dos R$10 mil com folga, aparelhos da Apple estão virando cada vez mais um artigo de luxo no país.
 
Sinal dos tempos. Cada vez mais caros e inacessíveis no Brasil, os aparelhos da Apple agora podem ser comprados por meio de planos de consórcios, comuns na aquisição de bens de alto valor como imóveis e automóveis.
Com cerca de 100 lojas espalhadas pelo país, as redes iPlace e iPlace Mobile anunciaram a novidade nesta sexta-feira, 4/12, por meio de uma parceria com a HS Consórcios.
Como exibido no site da loja, ao escolher uma carta de crédito de 3.200 reais para comprar um iPhone (valor do iPhone 6 de entrada), por exemplo, o cliente vai pagar um total de 36 parcelas de 99,97 reais, que resultará em um total 3598,92 reais – um valor cerca de 400 reais maior.
Para quem (obviamente) não quer esperar esses três anos para finalizar os pagamentos, é possível retirar de forma antecipada o aparelho da Apple desejado. Mas existem apenas duas formas disso acontecer: por meio de sorteios ou lances mensais. Saiba mais sobre os planos de consórcio da iPlace por esse link.
 Vale notar que a loja online da Apple no Brasil vende seus produtos em 12 vezes sem juros ou 24 parcelas com juros. Além disso, a Claro e a Apple oferecem no Brasil o chamado Claro Up, que permite ao usuário pagar o iPhone em até 24 vezes e ainda fazer a troca de aparelho todo ano – com o valor restante sendo renegociado.
Fonte: Macworld.