29 de nov de 2016

Rumor: duas linhas inéditas de iPads chegarão em 2017 ao lado da série Pro

iPad é um produto muito importante nos dias de hoje, mesmo sem o glamour e impacto que o aparelho teve no lançamento, em 2010. Referência no mercado do tablets, o dispositivo tem novas versões todo ano, mas ainda estamos sem saber qual vai ser o futuro do gadget. De acordo com o DigiTimes, uma fonte taiwanesa confirmou dois novos modelos para o ano que vem.
Atualmente, a Apple conta com três linhas principais: o iPad, o iPad Mini e o iPad Pro. Aparentemente, a empresa da Maçã vai lançar uma versão mais barata do Pro, que atualmente só conta com um dispositivo, e um iPad com um tamanho diferente dos atuais, que teria 10,5 polegadas.
O maior foco do iPad com tela maior seria para atender o setor educacional americano, que tem se interessado cada vez mais em displays maiores, algo que poderia ser suprido pelo Pro se não fosse tão caro. Contudo, vale ressaltar que se o boato for verdadeiro, o visor não deve ser muito mais amplo que o atual, que tem 9,7 polegadas (o novo teria 10,5).
O produto com tela maior deve receber o processador A10X, o mesmo presente no de 12,9 polegadas. Ainda é incerto se o Mini terá algum tipo de upgrade e como será a versão mais barata do Pro. De acordo com a fonte taiwanesa, os dispositivos serão lançados ano que vem, mas sem data certa.
Fonte: Tecmundo.

iPhone 7 impulsiona a venda de seguros para smartphones no Brasil

Com preços que superam facilmente a marca dos R$ 3 mil, o iPhone 7 já é responsável por um aumento na procura de seguros especializados em smartphones oferecidos no Brasil. Durante os primeiros 20 dias de novembro, o aparelho ajudou o site Bemmaisseguro.com a aumentar em 113% suas vendas em comparação com o mês de outubro como um todo.
Segundo a companhia, o novo gadget da Apple foi responsável por 29% dos contratos vendidos durante o último mês, fatia que superou qualquer outro aparelho. Em segundo lugar veio o iPhone 6S, que representou 16% dos gadgets segurados durante os primeiros 20 dias de novembro.
O principal motivo para o aumento da busca é o grande valor investido nos produtos, conhecidos por chegar ao Brasil com cifras ainda maiores do que nos Estados Unidos. Essa fator, somado à popularidade da marca da Maçã, faz com que os gadgets sejam especialmente visados por ladrões.
Fonte: Tecmundo.