26 de nov de 2013

UOL Jogos lista 5 razões para adiar a compra de um PS4 ou Xbox One.

    • Será que agora vale a pena entrar na nova geração?
      Será que agora vale a pena entrar na nova geração?
    A nova geração de videogames já chegou: tanto o Xbox One quanto o PlayStation 4 estão nos lares de alguns apressadinhos que não conseguem esperar um minuto sequer para colocar as mãos em uma nova tecnologia. Mas será que vale a pena entrar de cabeça nessa festa?
    Se você está pesando os prós e os contras dos consoles, antes conheça antes pelo menos razões para esperar um pouco antes empenhar 13º salário, férias e a poupança para a faculdade de seus filhos num PlayStation 4 ou em um Xbox One:
    1) Caros demais
    Pois é: os novos videogames estão muito caros.O Xbox One sai por R$ 2.300 e o PlayStation 4 por R$ 4.000, valores que fazem de ambos os consoles mais caros do mundo. Quem sabe se você conseguir esperar mais alguns meses, logo conseguirá compra-los por preços mais acessíveis.
    Vamos lembrar como foi coma última geração: o PlayStation 3 teve seu primeiro corte de preço oito meses após o lançamento, caindo de US$ 599 para US$ 499 no modelo de 60 GB. Quinze meses depois o valor pelo modelo de 80GB ficou em US$ 399. Ou seja, os mais pacientes economizaram US$ 200.
    No caso do Xbox 360 foi necessário esperar um pouco mais: a primeira redução de preço aconteceu em agosto de 2007, um ano e nove meses após o lançamento, quando o X360 Core (20 GB) passou a custar US$ 349, US$ 50 a menos em relação ao lançamento.
    Ou seja, é legal ter um videogame de nova geração desde o início, mas você vai ter que pagar o preço para entrar na moda.
    Ampliar

    Xbox 360210 fotos

    76 / 210
    "Gears of War" é um dos principais jogos que representam o Xbox 360 Leia mais Divulgação
    2) Poucos jogos
    Tanto a Sony quanto a Microsoft dizem que esta é a melhor janela de lançamento de novos consoles. Será mesmo? Há títulos bacanas, mas poucos realmente saltam aos olhos, como “Killzone” no PS4 e “Forza 5” no Xbox One. Porém, a maioria dos jogos, embora tenha nome, são adaptações de títulos disponíveis para a agora geração anterior – além do PC e Wii U.
    Os títulos são legais? Claro que são mas "Assassin’s Creed IV Black Flag", "Battlefield 4", "Call of Duty: Ghosts", "FIFA 14", "Injustice: Gods Among Us", "LEGO Marvel Super Heroes", "Need for Speed Rivals"… todos já estão disponíveis para o console que você já tem em casa.
    Já os exclusivos estarão disponíveis para sempre – ambos os videogames contam com uma loja virtual onde os games tendem a ficar disponíveis por muito tempo. Ou seja, mesmo que você queira jogar desesperadamente "Crimson Dragon" ou "Knack", segure firme: você consegue esperar um pouco mais.
    3) Hardware pouco confiável
    A história se repete geração após geração: na época do PlayStation 2 era o drive de DVD que parava de funcionar subitamente. Já na atual geração o Xbox 360 deixou muita gente com trauma de luzes vermelhas, enquanto no PS3 eram as luzes amarelas.
    Diversos compradores doPS4 e do Xbox One estão relatando problemas com o hardware. Os donos do PS4 reclamam de superaquecimento e com travamentos que causam a 'luz azul da morte' – a faixa pisca em azul e o console não liga. Já os donos do XBO se veem em meio a leitores de disco que não funcionam e alguns problemas com a atualização inicial obrigatória.
    Os problemas com os primeiros lotes de consoles são facilmente explicados: somando a complexidade da fabricação dos videogames com a pressão de mandar mais de um milhão de unidades para todos os cantos do globo, o resultado pode ser menor qualidade na linha de produção das fábricas – e o problema só é identificado na casa do consumidor.
    Ampliar

    Jogos para PlayStation 366 fotos

    20 / 66
    Exclusivo para PlayStation 3, "God of War III" fecha a trilogia de Kratos com chave de ouro Leia mais Divulgação
    4) Aproveite melhor seu Xbox 360 e PS3
    Fale a verdade: você já jogou TODOS os games que queria jogar no Xbox 360 e PlayStation 3? E que tal experimentar coisas bacanas, como os jogos indies ou os títulos do início da geração como "Heavenly Sword", “Folklore”, “Lost Odyssey”ou " Kameo: Elements of Power"? Esses e outros títulos do início da atual geração são como 'moscas brancas', difíceis de serem encontrados, mas que valem a pena experimentar.
    Além disso, por mais alguns anos tanto o PS3 quanto o X360 vão receber jogos multiplataforma e 'indies'. Afinal, a base instalada de ambos é muito maior do que a da nova geração. É essa base instalada que determina o sucesso ou não de um jogo. Ou você acha mesmo que a EA, Ubisoft, Capcom e Square-Enix vão deixar seu videogame sem um joguinho novo tão cedo?
    5) Ainda em desenvolvimento
    Muitos recursos dos novos videogames parecem atraentes, porém vão ficar ainda melhores no futuro. Comprar um videogame agora é quase como pagar para ser um 'beta tester' para Sony e Microsoft. 
    O Xbox One, por exemplo, ainda não faz transmissões no Twitch.TV. Já o PS4 não é compatível com certos acessórios do PS3, como os headsets da linha Pulse. Quem comprar o console agora vai ver novidades chegando, algumas legais e outras nem tanto, e até algumas que serão abandonadas no futuro.
    Isso aconteceu nos videogames atuais como a dashboard do X360, que hoje é algo totalmente diferente do que era no lançamento, lá em 2005. O PS3 ganhou recursos incríveis como acessar o Netflix e executar Blu-ray 3D – esse último nem está disponível no PS4, para você ter uma ideia.
    É melhor esperar um pouco mais e comprar sua máquina mais para o futuro, quando recursos realmente inovadores surgirem para as novas plataformas.
    Ampliar

    Jogos que o PS3 e o X360 ainda receberão35 fotos

    7 / 35
    "Batman: Arkham Origins", com versões para PS3 e X360, apresenta a origem da saga de sucesso do morcego Leia maisDivulgação