15 de set de 2016

Teve problemas com o iOS 10? Então veja como voltar ao iOS 9

Liberado nesta semana pela Apple, update causou problemas nos aparelhos de alguns usuários.

Podem haver muitas razões para você querer voltar ao iOS 9 após instalar o iOS 10, como muita gente reclamou desde ontem, 14/09. Não é difícil fazer isso, mas você precisará ser rápido.
Cada versão do iOS é assinada (e aprovada) pela Apple. Quando as atualizações do sistema são liberada, a versão anterior continua assinada por um curto período de tempo. Eventualmente, a Apple para de assinar a edição anterior, o que te impede de instalar esse iOS mais antigo.
Veja abaixo como fazer o downgrade de volta para o iOS 9 - lembrando que é sempre importante fazer um backup dos seus dados antes começar o processo.
Arquivo .ipsw
Primeiro, você precisa achar um arquivo chamado [iOS device].ipsw no seu Mac. Se você estiver em um iPhone, o arquivo terá um nome parecido com esse: “iPhone8,2_9.3.5_13G36_Restore.ipsw”. Veja abaixo como encontrá-lo.
1-No Finder, segura a tecla Option apertada e selecione Go > Library. (A pasta Library costuma ficar invisível na sua tela Home. Caso não segure a tecla Option pressionada, a seleção Library não ficará disponível.)
2-Abra a pasta do iTunes
3-Encontre uma pasta de Softwares Updates que corresponda ao seu aparelho. Caso seja um iPhone, busque por iPhone Software Updates e abra a pasta.
4-Procure por um arquivo chamado “[yourdevice]_9.3.5_[firmwarenumber]_Restore.ipsw” ou algo parecido. Esse é o arquivo que te permitirá voltar ao iOS 9.
5-Arraste esse arquivo para o Desktop
Instale o iOS 9
1-Conecte seu aparelho iOS no Mac usando o cabo de sincronização
2-Abra o iTunes
3-Clique no ícone do aparelho no canto superior esquerdo da tela
4-Clique na aba Summary na coluna esquerda
5-Na janela principal, clique no botão Restore iPhone enquanto segura a tecla Option
6-Você pode receber um alerta dizendo que você precisa desabilitar o Find My iPhone/iPad/iPod. Você pode fazer isso indo em Setting, depois em iCloud > Find My iPhone/iPad/iPod. Após fazer isso, repita o passo 5.
7-Uma janela de navegação vai aparecer. Navegue até o arquivo “.ipsw” no seu desktop, selecione-o e clique em Open.
8-Você receberá um pedido para confirmar. Clique no botão Restore para continuar.
Leva alguns minutos para o iTunes fazer o trabalho, e em breve você terá um aparelho rodando o iOS 9.
Fonte: Macworld.

Ainda está em dúvida se baixa ou não o iOS 10? Veja algumas das novidades

O recém-lançado iOS 10, que já está disponível para os usuários de iPhones, iPads e iPods touch, é sem dúvida uma das maiores atualizações do sistema operacional da Apple desde seu lançamento em 2007. As mudanças mostram um programa muito mais aberto, com maior integração a aplicativos de terceiros.
O sistema é também cada vez mais similar a seu principal concorrente: o Android. Veja abaixo algumas das principais novidades do iOS 10.
Em apenas um dia, o iOS 10 já chegou a mais de 14% dos dispositivos compatíveis -- um novo recorde em tempo de adoção para a Apple. Se você ainda não atualizou o seu aparelho, basta acessar Configurações >> Geral >> Atualizações de Software. O processo pode levar até 10 minutos. 
1. Tela de bloqueio redesenhada
A tela de bloqueio não só ganhou um novo visual, como novos recursos. Passa a contar com um sistema de notificações mais robusto e com suporte ao 3D touch (tecnologia que reconhece a força do toque na tela). Recurso que facilita a leitura dos alertas de aplicativos, sem nem mesmo desbloquear a tela, mas, que por outro lado, pode acabar colocando em xeque a privacidade do usuário.
Ao deslizar o dedo para a esquerda, é possível ter acesso direto à câmera, o que tornou o recurso bem mais acessível. Do lado direito, há a nova tela de widgets --também com suporte ao 3D touch-- com informações da bolsa de valores, do tempo, da agenda, entre outras.
2. Tela inicial sem grandes novidades
Ao contrário da tela de bloqueio, a tela inicial não sofreu grandes mudanças, que se resumem basicamente à ampliação dos recursos do 3D touch (exclusivo para iPhones 6s e 7), bem como a animações ao abrir e fechar aplicativos e pastas.
Antes, ao deslizar o dedo para a direita, o que se consumava a ver era a seleção de busca proativa, que saiu de cena para a entrada de um painel de widgets --idêntico ao que disponível na tela de bloqueio.
3. Possibilidade de excluir apps padrões
Há muito tempo que os usuários reivindicavam uma maneira para apagar aplicativos que vêm pré-instalados no aparelho, mas que acabam não tendo a mínima utilidade. Agora, isso finalmente se tornou possível.
Muitos apps integrados ao iOS foram transferidos para a App Store. Ou seja, eles poderão ser excluídos ou baixados novamente à vontade, como o calendário, a bússola, o Facetime, o Find My Friends e o iBooks. Só não é possível remover aqueles programas que estão diretamente relacionados à base do sistema operacional.
4. Siri mais prestativa do que nunca
No iOS 10, a assistente pessoal Siri ganhou permissão para interagir com aplicativos que não são da Apple, o que a torna ainda mais inteligente e útil. E o WhatsApp foi o primeiro app a se beneficiar dessa mudança. Ou seja, a partir de agora, é possível usar o comando de voz para enviar mensagens ou fazer chamadas pelo aplicativo de mensagens.
5. Teclado mais inteligente
A inteligência da Siri foi incorporada ao teclado QuickType, que passa a ser capaz de apresentar sugestões contextuais --como localização, disponibilidade de calendário e contatos--  em aplicativos de mensagens. 
O novo teclado também passa a suportar vários idiomas simultaneamente, além de oferecer sugestões de emojis para destacar certas palavras de uma conversa.
Fonte: Uol.

Apple avalia possibilidade de tirar a entrada para fones dos MacBooks


A Apple nem esperou os consumidores se conformarem com o fato de que os novos iPhones não contam com entrada de 3,5 milímetros para fones e já começou a sondar a possibilidade de aplicar a mesma mudança nos seus computadores.

Donos de MacBook Pro têm sido surpreendidos por uma pesquisa da companhia que, em uma de suas perguntas, quer saber: “Você alguma vez usa a porta para fones no seu MacBook Pro com tela Retina?”
Segundo reportam o 9to5Mac e usuários do Twitter, outras questões remetem ao uso de outras saídas. Por exemplo, a Apple quer saber como os usuários fazem upload das suas fotos: usando cabos, drives, cartões de memória ou por tecnologia sem fio. Aqui a vítima pode ser o USB, porque especula-se que a próxima geração de laptops da marca venha sem esse tipo de saída, que seria trocada pelo USB-C.
Publicidade
É improvável que os próximos computadores sejam vendidos sem entrada para fones, uma vez que eles devem ser apresentados no próximo mês e, portanto, já estão com seu design finalizado. E como essa é uma área com ciclo maior de atualização, pode ser que esse tipo de mudança leve alguns anos para ser efetuada. Até lá, a Apple terá não apenas esse questionário, mas também a resposta dos usuários do iPhone 7 nas mãos para entender se vale a pena matar essa saída de vez.
Fonte: Olhar Digital.