10 de mar de 2015

Tutorial Configure os controles parentais OS X Yosemite.


Como pai, você quer que seus filhos tenham uma experiência segura e feliz com o Mac. Usando a preferência Controles Parentais, você pode gerenciar, monitorar e controlar o tempo que seus filhos passam em frente ao Mac, os sites que eles visitam e as pessoas com quem eles falam.

Ative os controles parentais

  1. Escolha menu Apple > Preferências do Sistema e clique em Controles Parentais.
    Note:   Caso veja a mensagem “Não há contas de usuários para gerenciar” ao abrir as preferências Controles Parentais, consulte Add a managed user.
  2. Clique no ícone do cadeado para desbloqueá-lo e digite um nome e uma senha de administrador.
  3. Selecione um usuário e clique em Ativar Controles Parentais.
    Se o nome de usuário não estiver na lista, clique em Adicionar e preencha as informações de nome, conta e senha para criar um novo usuário.

Definir restrições

  1. Escolha menu Apple > Preferências do Sistema e clique em Controles Parentais.
    Note:   Caso veja a mensagem “Não há contas de usuários para gerenciar” ao abrir as preferências Controles Parentais, consulte Add a managed user.
  2. Clique no ícone de cadeado para desbloqueá-lo e digite o nome e a senha de um administrador.
  3. Selecione um usuário e clique em uma das abas da parte superior.
    • Aplicativos: Especifique os aplicativos que a criança pode acessar. Se você permitir que a criança acesse a App Store, pode especificar uma classificação de aplicativos permitida, para que a criança só veja aplicativos adequados para a sua idade. Também é possível configurar um Finder simplificado para usuários inexperientes.
    • Web: Limite o acesso a sites ou permita acesso irrestrito.
    • Pessoas: Restrinja os contatos da criança com outras pessoas através do Game Center, Mail e Mensagens.
    • Limites de tempo: Defina limites para dias da semana, fins de semana e hora de dormir.
    • Outro: Oculte obscenidades no dicionário e outras fontes e bloqueie o uso da câmera integrada, Ditado, gravação de CDs e DVDs ou alteração da senha ou ajustes de impressora.

Gerencie os controles parentais a partir de outro Mac

Depois de definir restrições para a criança que usa o Mac, você pode gerenciar os controles parentais de outro Mac. Ambos os computadores devem estar na mesma rede.
  1. No Mac que a criança usa, escolha menu Apple > Preferências do Sistema e clique em Controles Parentais.
    Note:   Caso veja a mensagem “Não há contas de usuários para gerenciar” ao abrir as preferências Controles Parentais, consulte Add a managed user.
  2. Clique no ícone de cadeado para desbloqueá-lo e digite o nome e a senha de um administrador.
    Não selecione a conta da criança agora.
  3. Selecione “Gerenciar os controles parentais de um outro computador”.
  4. No Mac que gerenciará o computador da criança, escolha menu Apple > Preferências do Sistema e clique em Controles Parentais.
  5. Clique no ícone de cadeado para desbloqueá-lo e digite o nome e a senha de um administrador.
  6. Selecione o usuário a ser gerenciado.
  7. Agora você já pode alterar os ajustes dos controles parentais da criança e monitorar os registros de atividade.

Reutilize os ajustes de controles parentais

Você pode copiar os ajustes de controles parentais e aplicá-los a outro usuário.
  1. Escolha menu Apple > Preferências do Sistema e clique em Controles Parentais.
    Note:   Caso veja a mensagem “Não há contas de usuários para gerenciar” ao abrir as preferências Controles Parentais, consulte Add a managed user.
  2. Clique no ícone de cadeado para desbloqueá-lo e digite o nome e a senha de um administrador.
  3. Selecione o usuário cujos ajustes deseja copiar.
  4. Clique no menu local Ação e escolha Copiar Ajustes.
  5. Selecione o usuário para o qual deseja aplicar os ajustes copiados.
  6. Clique no menu local Ação e escolha Colar Ajustes.

Desative os controles parentais

  1. Escolha menu Apple > Preferências do Sistema e clique em Controles Parentais.
    Note:   Caso veja a mensagem “Não há contas de usuários para gerenciar” ao abrir as preferências Controles Parentais, consulte Add a managed user.
  2. Clique no ícone de cadeado para desbloqueá-lo e digite o nome e a senha de um administrador.
  3. Selecione o usuário, clique no menu local Ação e escolha “Desativar Controles Parentais”.
    Fonte: Apple

5 coisas que a Apple não disse sobre os novos MacBooks


Os novos MacBooks da Apple, anunciados ontem, estão mais finos, com apenas 13,1 milímetros de espessura, têm tela retina e bateria que promete durar 9 horas. Os preços também mudaram - para mais, é claro: o notebook mais simples da nova gerçação chega ao Brasil por R$ 8.500. Além disso, há informações que talvez você não saiba sobre a nova linha de MacBooks:
1 - Baixa resolução na câmera para Face Time 
A câmera FaceTime do novo MacBook tem resolução de 480p, a mesma da câmera frontal do iPhone 4. Com esta especificação, o recurso não oferece muita vantagem para uma tela como a do dispositivo, já que não é HD.
Reprodução 
2 - Melhores auto-falantes estéreo
Segundo o site Mashable, o som do novo MacBook mostrou-se melhor quando comparado ao MacBook Air.
Reprodução 
3 O fim da entrada MagSafe
Os novos modelos de MacBooks vêm com uma nova entrada, a USB-C, que também reproduz dados de vídeos e transferências, deixando para trás as MagSafe e MagSafe 2.
Reprodução
4 Você provavelmente irá precisar de um adaptador
A entrada USB-C pode ser uma benção ou uma maldição, pois ela permite que os novos modelos de MacBooks sejam extremamente finos. Porém, você precisa de um adaptador para conectar dispositivos como projetores, TVs ou leitores de DVDs com USB de tamanho normal. O adaptador deverá custar 79 dólares.
Reprodução 
5 O logotipo da Apple não é iluminado
O tradicional logotipo da maçã, nessa nova versão, não é iluminado como nas outras. Ele é metálico, assim como no iPad Air e iPad mini.
Fonte: Olhar Digital

CIA tenta hackear produtos da Apple há anos

Documentos vazados por Edward Snowden ao The Intercept revelam que a CIA vem tentando há anos driblar os esquemas de segurança implantados pela Apple em seus produtos. Não ficou claro se a agência americana conseguiu atingir seus objetivos.
A reportagem divulgou uma série de apresentações internas da CIA em que foram discutidas as formas de hackear aparelhos como Macs, iPhones e iPads.
Em uma dessas apresentações pesquisadores mostraram como seria possível desviar dados do iPhone e do iPad usando uma versão comprometida do Xcode - ferramenta da Apple usada na criação da maioria dos aplicativos para iOS.
Noutra situação foi abordada uma versão modificada da ferramenta de atualização do OS X que poderia ser usada para instalar keyloggers nos Macs. E houve também apresentações sobre métodos de hackeamento das chaves de criptografia usados pela Apple.
Fonte: Olhar digital.